[Resenha] O Híbrido - Uma Aventura no Atlântico, Márcia Almeida




Titulo: O Híbrido - Uma Aventura no Atlântico
Autora: Márcia Maria Almeida de Oliveira
Páginas: 364
Editora: Baraúna

É possível alterar o genoma humano, criando um ser geneticamente modificado que possa respirar embaixo da água? Dennis Ventura é a prova viva que isso é possível. Ele está longe de ser um rapaz normal. O que o difere dos garotos da mesma idade além de sua estonteante beleza é sua inteligência acima da média e suas habilidades extraordinárias. O porquê dessas habilidades? Simples, ele é fruto de uma experiência genética feita pelo próprio pai biológico, que além de tudo é um cientista famoso reconhecido e premiado mundialmente. No decorrer da sua vida, nada comum, ele se envolve em pequenas e grandes aventuras, nas quais, tais habilidades vão ser necessárias e essenciais para salvar sua vida e de muitas outras pessoas, inclusive, da mulher que ama.





Olá, leitores. Hoje vim trazer mais uma resenha, dessa vez e da querida parceira do blog Márcia Oliveira ela deu origem a trilogia O Híbrido no qual eu li o primeiro Uma Viagem no Atlântico e venho trazer para você essa resenha.

Dr. Rômulo, um importante e bem sucedido médico/cientista com seus 48 anos aposentado por problemas na saúde e com uma ponta de depressão ainda mesmo de depois de quase 10 da tragédia que levou o seu único filho. Ele resolve fazer um híbrido que é o Dennis o menino dotado da beleza mais invejada, inteligência e outros tributos, como poder respirar debaixo da água, se camuflar e outras coisas. O livro até mais ou menos ao capitulo 7/8 e completamente narrando a vida do Dr. Rômulo com sua esposa e apresentando os outros personagens como Dona Josefa e seu marido Francisco e o irmão de Rômulo o doutor Ribamar no qual e o homem mesquinha que não se conforma do seu irmão digamos ser o favorito. Já no começo do livro passamos por apertos como, por exemplo, quando o irmão de Rômulo sem querer lê uma parte do diário do experimento e já pensa grande em como poderia ganhar milhões e mais milhões por essa história, claro o Dr. Da uma despistada ali e aqui e todo volta ao normal e assim ele começa a ver um jeito de no futuro isso não vim à tona novamente com o crescimento de Dennis. A partir então conhecemos a vida de Dennis até os seus 17 anos e começamos a descobrir mais sobre ele e tudo mais. Dennis desde certa idade descobriu que era uma “experiência genética” perfeitamente bem sucedida e completamente se controlou com isso sempre foi humilde e tudo relacionado. Ele descobriu da pior forma e claro e digamos que ai foi uma parte bem ruim para mim porque você fica com o coração na mão pela forma que a coisa desenrola e ainda mais pelo final que acaba sendo meio triste. Até então Dennis sempre foi meio fechado digamos assim sempre na dele e tudo mais, até que um dia em uma tempestade ele acaba salvando Alícia filha do diretor de uma escola particular bem importante e não preciso dizer que foi amor a primeira vista, vou polpar vocês dos detalhes se não vou acabar contando a história, assim ele acaba ganhando uma bolsa de estudos nesse colégio pelo pai de Alícia, como um pedido de agradecimentos e assim quando começa ele conhece pessoas e já acaba criando amizades verdadeiras e também presenciando acontecimentos horríveis. A história e leve, tirando que às vezes a forma extremamente formal de Dennis falar que te deixar meio atordoado por nunca ver uma coisa assim rs. As partes das brigas, diálogos e afins foram muito bem escritas mesmo sendo em e-book que tenho eu gostei muito de ler acabei demorando bastante por ser e-book chega uma hora que a vista cansa as letras diminuem e você tem que dar uma pausa se não acaba com a sua cabeça. 


Mais é um livro que recomendo, com toda a certeza e logo, logo vou iniciar o segundo que e O preço de um veredicto e venho trazer a continuação dessa estória que por sinal achei muito boa. Espero que tenham gostado, ficou uma resenha bem pequena só que não tinha muito que falar sem dar spoilers de verdade e claro não quero deixar vocês na dúvida e nem prejudicar a Márcia ne? Espero que se interessem pelo livro e leiam e claro. Beijos e até amanhã. E claro tenham um ótimo final de domingo meus queridos (as). 

10 Comentários :

  1. Oie...
    Passando pela primeira vez no blog...
    Adorei a resenha!
    Não conhecia o livro mais dica anotada!
    Seguindo viu?
    Obg pela visita lá no blog!
    Tem resenha nova lá se vc quiser ir lá e deixar um coment...
    -fallen In Me
    Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Rê ^^, já sigo o seu também a um tempo e logo logo vou comentar lá também. Beijos.

      Excluir
  2. Oi *-*
    Achei a resenha fofa.
    O livro realmente parece ser muito interessante, acredito que iria gostar de ler já que a estória dele faz bem o meu tipo.

    Beijos da Lua =*
    http://tyciahadiresenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A esse tipo de livro sempre agrada as pessoas, esse e o bom né? Eu gosto de livros assim sei lá conseguem me prender mesmo sendo e-book.

      Excluir
  3. gente ler e-book as vezes mata a gente, torna o livro cansativo pq a vista cansa mesmo de ficar lendo no pc viu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eu demorei para ler ele por isso acaba cansando muito. Só que quando estava quase chegando ao final acabei ficando o dia todo lendo por conta da curiosidade KKKKKK.

      Excluir
  4. Não conhecia, parece bom ^^

    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E muito bom Marina, lê ele quando tiver a oportunidade ^^.

      Excluir
  5. Esse livro é muiiiiiiiiiito bom e com tema inédito. Tem humor, romance e aventura. Vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  6. Humor, romance e aventura em um só livro. Vale muito a pena ler. É muiiiiiiiito bom.

    ResponderExcluir

O Comentário é seu cartão de visita.
Comentários ofensivos e agressivos não serão publicados!
Comentários com propagandas ou coisas afins serão deletados.
Caso queira parceria comunique aqui ou se não no nosso Formulário de Contato

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos