[Resenha] A Perseguição, Sidney Sheldon


 
Titulo: A Perseguição
Autor: Sidney Sheldon
Ano: 2011
Editora: Record
Páginas: 234

Com a morte dos pais nos Estados Unidos, em terrível acidente aéreo, o jovem Masao Matsumoto torna-se herdeiro de uma imensa fortuna. Viaja imediatamente para lá e acaba descobrindo que alguém quer se apossar da herança e que pretende por isso eliminá-lo. Suspeitando do perigo que corre, Masao começa uma fuga desesperada por um país que lhe é totalmente desconhecido e onde uma nova ameaça o aguarda a cada momento. Para escapar da implacável perseguição e ficar atento a todo lance do inimigo, o rapaz precisa de muita coragem e esperteza. Nesse jogo de vida e de morte, Masao sabe que qualquer indecisão pode ser fatal 




O livro começa já com a descrição da morte dos pais de Masao-chan nosso personagem principal, eles estavam em uma viaja aos Estados Unidos por motivos de negócios. Nos primeiros capítulos você vê o choque que Masao leva ao saber da morte dos pais, ainda era jovem, não sabia da vida nem de nada, e não conseguiu nem dar um adeus. Com isso ele vai para os Estados Unidos junto com seus tios para resolver as coisas dos corpos dos seus pais para levarem ao Japão... Eles ficam em uma mansão da família, conversa vem e conversa vai coisas estranhas começam a acontecer e Masao descobre que o seu tio quer matar ele para ficar com a fortuna, pois não se conforma de tudo ter ficado apenas para Masao, alegando que ele que construiu o império Matsumoto para o seu pai. Assim Masao começa a fugir, o único problema era que Masao era novo, estava em um lugar novo que ele mal conhecia, e o pior de tudo ele só sabia o básico do inglês. Com isso ele começa a fugir e fugir e a ter ajuda de pessoas desconhecidas, porém confiáveis, começa a corrida implacável para fugir de seu tio e consegui achar o grande amigo de seu pai, o Kunio Hidaka, mas até consegui chegar ao lugar ele passa por poucas e péssimas, assim ele começa a trabalhar em sua própria empresa para ganhar algum dinheiro, conhece Sanae uma moça que também trabalhava lá, não preciso falar que rola uma química não visível no livro certo? Hehe. Ela o ajuda a todo o momento, até mentindo ou coisas do gênero e dando uma boa força para Masao, pois acredita nele e claro.


O livro é bom, a história é boa e faz você ficar vidrado em tudo, esse livro é um pouco antigo, mas eu consegui uma nova versão, pois o livro em si foi escrito em 1994. O livro e típico das idéias do Sidney um livro começa assim, vai rodando daquele jeito, confesso que o final não me surpreendeu muito, mas foi uma vira-volta de último momento que você pula de felicidade, só que o final era bem imaginável digamos assim. Esse foi o segundo livro que li do grande Sheldon que todos os personagens são japoneses

4 Comentários :

  1. Ótima escolha para um post. Ainda não li esse livro, mas sou imensamente fã de Sidney Sheldon (A Ira dos Anjos, A Outra Face, O Reverso da Medalha, O Juízo Final(1º que li), entre outros), com certeza assim que tiver um tempinho vou procurar esse. Na maioria dos livros dele, como você diz, é um final esperado, mas sempre tem umas reviravoltas que nos deixa sem fôlego.(rsrsrs). Qual o outro livro que todos os personagens são japoneses?
    Sucesso...
    João Pedro - www.musicaarte.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já ouvi falar desse livros e parecem ser realmente bons, estava vendo se compro O Plano Perfeito, parece ser o livro perfeito pro meu gosto hehe. Obrigada por seu comentário e o livro e " O estrangulador " logo vou postar uma resenha dele também, só me falta a coragem. Sucesso para você também

      Excluir
  2. Nunca li nada deste autor. Não costumo gostar de livros com visão masculina, mas este parece ser muito bom!
    -
    Sarah, foi você quem mandou um e-mail a respeito da parceria não foi?
    Desculpe pela resposta tardia, só vi sua mensagem hoje. Já coloquei o banner
    do seu blog no meu. O do Querido Livro está na coluna direita, acho que você já
    viu não é? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A entendo, maioria dos livros que já li e leio até são de autores, apenas um eu acho que foi de uma autora, e sim fui eu que mandei o email, tudo bem isso sempre acontece rs e já arrumei seu banner no meu também.

      Excluir

O Comentário é seu cartão de visita.
Comentários ofensivos e agressivos não serão publicados!
Comentários com propagandas ou coisas afins serão deletados.
Caso queira parceria comunique aqui ou se não no nosso Formulário de Contato

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos